Inscrição

Vejo tanta coisa linda no mundo Como ouso querer ser bela? Procuro palavras que possam dizer O que não sou capaz de pensar Essas ditas me aprisionam Em inscrições levianas Angustia itinerante Queria um dizer que a arrancasse Que rasgasse qualquer sentido supérfluo Que naufragasse subterfúgios Todos aqueles que me amenizam Para que eu possa … Continue lendo Inscrição

Roda-gigante

Mariana vivia numa roda-gigante. Girava dia e noite e, por mais voltas que desse, acabava sempre passando pelos mesmos pontos. No ponto mais baixo, quase botava os pés no chão. Nesses dias, era tomada por um profundo tédio. Mas como a roda é implacável em seu girar, Mariana começava a subir. Via o céu e … Continue lendo Roda-gigante