Inscrição

Vejo tanta coisa linda no mundo Como ouso querer ser bela? Procuro palavras que possam dizer O que não sou capaz de pensar Essas ditas me aprisionam Em inscrições levianas Angustia itinerante Queria um dizer que a arrancasse Que rasgasse qualquer sentido supérfluo Que naufragasse subterfúgios Todos aqueles que me amenizam Para que eu possa … Continue lendo Inscrição