Voltamos

Voltamos Ao grito sufocado Às celas Às fivelas Preferia não ver Voltamos Aos silenciadas Revirados Não nos recuperamos E já voltamos Ao choque Ao tremor À cadeira Ao pau Ainda há trauma Voltamos À venda nos olhos À mordaça À depravação Nunca acabou? Voltamos Ao inferno

Sempre Falta

Falta dinheiro Falta comprar Falta sobrar Falta eu me deixar inteira Sem nada em mim faltar Falta escolha Falta de sobra Falta de sempre Falta que imponho Para que possa faltar Falta segura Falta que enlaça Falta que me calça Falta quem me vista Para que eu possa faltar Falta que faz Falta que foi … Continue lendo Sempre Falta

Eu

Sou cabeça: um cânion de pensamentos fundos. Sou o interior conturbado que floresce leve. Sou músculos e entranhas. Sou estrada e bifurcações: não me canso de antecipar mudanças. Chego antes, mesmo que tarde. Sou sonhos, um turbilhão de sonhos todas as noites. Nem posso dizer que sou dia. Sou consciência e inconsciente. Consistente até demais. … Continue lendo Eu

Foto

Sou eu? Não se parece comigo. Ah se eu soubesse que era tão linda. Meus olhos, muito mais bonitos. Essa criança já experimentou a morte e nem percebeu. Percebo eu. Sinto uma espécie de tranquilidade. Nenhuma tristeza, talvez estranheza: como aconteceu? Que menina linda, morreu, virou eu. Esse resto de infância. Esse resto de beleza. … Continue lendo Foto