Sonhadora

Luiza gostava de imaginar coisas. Era botar a cabeça no travesseiro, fechar os olhos e sonhar antes mesmo de dormir. De tanto imaginar, passava a fazer planos, a contar os meses, a projetar o ano. Pronto, estava acreditando naquilo tudo. Aí começava a compartilhar – nunca foi boa com segredos. Falava, falava, repetia e a coisa toda ia tomando forma. Nunca se abalou com uma ou outra cara esquisita: já acreditava naquele plano todo. E sempre teve amigas sonhadoras, que inclusive davam conselhos e contavam a vitória como certa. Sobre isso, Luiza tinha dúvidas. Sabia apenas que era possível, totalmente possível, ela já tinha pensado em todo o trajeto, contado as horas: sim, era perfeitamente possível. Essa era a grande delícia. Luíza adorava caminhar para possibilidades. Nunca perdeu tempo duvidando de sua capacidade, isso não era para ela. Mas sempre se dedicou com afinco à agenda mirabolante que criava para as coisas darem certo. Tem como não acontecer o que já está acontecendo? Não tem. Cada suspiro sonhador já é a coisa ali, esperando acontecer. E assim Luíza vive tudo aquilo que começou a imaginar com a cabeça no travesseiro.

Anúncios

Um comentário sobre “Sonhadora

  1. Legal Ví.
    Ví, vou aproveitar para , lhe dizer que não consigo telefonar p/ você. Quando eu ligo “dá como número não existente”. Nem no WatZap, consigo. Então, ligue para mim. Estou esperando.
    Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s