De repente, nem tão de repente assim, parece que encontrei o caminho. Aquele que nada tem a ver com estereótipos, com aquilo que as pessoas esperam, que nada tem a ver com uma linha reta. Porque a gente precisa do vai e vem, precisa experimentar para perceber o que realmente que faz sentido. Aquilo que nos interessa. E os projetos de vida vão aparecendo: partir da fala, da introspecção, da reflexão, da observação, do incômodo, do desassossego e do enfrentamento. E agora parece que estou assim… Num mar de paz.

Anúncios

2 comentários sobre “Tranquila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s